.

.

Partire...

"Partire è un pó morire", dice l'Adagio
"Ma è meglio partire che morire", aggiunge Carrara.
("Partir é morrer um pouco", diz o Adágio
"Mas é melhor partir do que morrer", retruca Carrara.)

Biblioteca Luciano Scarabelli





Cidade: Caltanissetta
A Biblioteca ocupa as instalações do antigo Colégio Jesuíta. O colégio foi fundado em 1588 por vontade de Francesco e Moncada Luisa .


O convento, projetado pelo jesuíta Masuccio Natal e construído no século XVI, tem uma fachada barroca, caracterizada por um elegante porta e as janelas enfeitadas com quadros finamente decorado, bem como a decoração especial em calcário branco, que criam um efetivo efeito ornamental.


Um papel importante na consecução dos irmãos jesuítas Alfio Vinci e Salvar Blasco. Em 1767 os jesuítas foram expulsos da Sicília e do convento foi confiada às monjas beneditinas de Santa Cruz , em 1805, retornou em posse de sua propriedade, mas apenas em 1808, os jesuítas foram capazes de voltar a viver na faculdade e reabrir escolas que foram a única fonte educação pública.

Eles foram expulsos novamente em 1848 para voltar no ano seguinte e abandonar sua casa em 1860. O colégio foi dividido em cinco partes, que se tornou a sede da Royal Schools e Technical High School, escola primária, internato provincial, a prisão e a Biblioteca Municipal .

A biblioteca, fundada em 1862 por iniciativa do Prefeito Domenico Marco d'Ivrea , aumentou graças a numerosas doações de cidadãos, incluindoLuciano Scarabelli, ao qual dá o nome, que venceu seus trabalhos e aqueles que foram herdados de Pietro Giordani .


Após a dissolução das corporações religiosas, na segunda metade do século XIX, foram doados à Biblioteca uma série de interessante coleção de livros e, muitos dos volumes são valiosos do convento dos capuchinhos Contrada Pigni sozinho com mais de 6.000 volumes . Mais 400 livros foram doados pelo clássico estudioso Pietro Giordani.
Luciano Scarabelli

0 comentários:

Postar um comentário